Bebê que foi arrancado da barriga mãe morre com 1 mês de vida

Bebê que foi arrancado da barriga mãe morre com 1 mês de vida

bebe mae

Este bebê foi arrancado da barriga de sua mãe Marlen

O bebê não resistiu ao parto traumático e morreu em decorrência de danos cerebrais severos

O bebê que foi arrancado da barriga da mãe faleceu após passar 45 dias lutando pela vida no hospital. O pequeno Yovanny Lopez morreu em um hospital em Chicago nos Estados Unidos nesta sexta-feira (14/06) em decorrência de danos cerebrais severos que foram causados por seu parto traumático.

O pai do pequeno, Yovani, tinha grandes esperanças de que seu pequeno poderia melhorar, ele até chegou a abrir os olhinhos, mas infelizmente estes alarmes foram falsos. “É com grande tristeza que nós informamos que o pequeno Yovanny Jadiel Lopez faleceu. Ele faleceu na sexta-feira, 14 de junho de 2019 por causa de danos cerebrais severos. Por favor, mantenham esta família nas suas orações neste momento difícil”, disse a representante da família Julie Contreras.

O pequeno Yovanny estava na UTI desde 30 de abril, mesma data em que foi arrancado da barriga de sua mãe Marlen Ochoa-Lopez, 19 anos. A jovem foi até a casa de Clarisa Figueroa, 46 anos, com a promessa de que iria ganhar itens de enxoval.

Ao chegar no local, Clarisa enforcou Marlen e após sua morte, ela arrancou o pequeno Yovanny de sua barriga. Clarisa chamou a ambulância após o crime e alegou que o pequeno era seu filho e que havia dado à luz em casa.

A verdade só veio à tona no dia 8 de maio, após a polícia ter descoberto que Marlen havia ido para a casa de Clarisa pegar um enxoval no dia que em desapareceu. Foi quando eles localizaram o corpo de Marlen e fizeram um exame de DNA que provou que o pequeno era filho de Marlen e não de Clarisa.

Desde então, o pequeno ficou na UTI do hospital ao lado de seu verdadeiro pai, Yovani. O pai fez questão de ficar ao lado de seu pequeno desde então.

Clarisa, sua filha de 24 anos e seu namorado estão presos pelo crime. E o hospital também está sendo investigado porque foi comprovado que os médicos sabiam desde o primeiro dia que Clarisa não era a mãe biológica do pequeno porque ela não tinha sinais de que havia dado à luz. Mesmo assim, os médicos não informaram a polícia.

bebe

O bebê Yovanny nos braços de seu pai

Comentários



Veja mais